Tipos de Chocolate

Uma coisa legal na hora de se trabalhar com chocolate é saber que tipo de chocolate usar de acordo com o tipo de resultado que você busca ter. Não adianta nada pegar aquele pseudo-chocolate super baratinho na vitrine achando que vai ter aquele chocolate que derrete na boca. Fiquem atentos, pois existe uma grande diferença entre chocolate de verdade e os pseudo-chocolates (tipo hidrogenados).

Vamos entender as diferenças?

Os chocolates podem ser classificado também em função dos diferentes tipos de gordura usados em sua produção, podendo ser classificado em:

Nobre: contém alto percentual de manteiga de cacau e é o único “chocolate verdadeiro”. Para garantir a facilidade de manuseio, o brilho e uma textura que derreta na boca, deve passar pela temperagem antes de ser usado.Pode ser encontrado nas versões ao leite, meio amargo, amargo, extra-amargo, blend (mistura de ao leite com meio amargo) e branco.

Hidrogenado: a manteiga de cacau é substituída por óleo vegetal hidrogenado. É mais barato e mais fácil de trabalhar, pois dispensa a temperagem. Geralmente é empregado em produções de grande escala, diminuindo os custos. Sua qualidade final, porém, fica comprometida quando comparada ao nobre, pois é inferior em sabor e textura. É encontrado em barra ou pastilhas nas versões ao leite, meio amargo, branco e colorido,sendo ideal para a decoração e coberturas de doces ou pães, não sendo adequado para para fazer trufas , bombons ou ovos de páscoa, pois tem sabor e aroma de gordura vegetal. Esse tipo de chocolate leva na embalagem o título de cobertura.

Fracionado: De brilho acentuado, dispensa a temperagem.Também é identificado como cobertura. É feito com a gordura vegetal de palma. Tem mais sabor de leite e textura mais aveludada que o hidrogenado. Seca mais rápido e concede mais economia nas preparações banhadas com chocolate devido a sua textura mais fluida, permitindo coberturas mais finas. É indicado em recheios, para banhar pão de mel, fazer casquinhas de bombons trufados e para decoração tipo arabescos, ou seja, seu uso deve ser em pequenas porções pois seu sabor não é igual ao do chocolate nobre. Não é indicado para o preparo de massa de trufa, cobertura de bombons ou dos ovos de Páscoa.

Fonte: Entenda todos os tipos de chocolate – http://mdemulher.abril.com.br/blogs/anamaria-receitas/2010/04/01/127345/

 Outra coisa importante de lembrar (e informar para quem não sabe) , é que o Chocolate branco  é constituído basicamente por manteiga de cacau, leite e açúcar, por isso não é considerado chocolate. Ele não possui sólidos de cacau como os outros chocolates (amargo, meio amargo e ao leite).

Eu particularmente prefiro a versão Blend e utilizo esse chocolate nas minhas receitas. Quando se trata de banhar com chocolate, houve uma época que não me acertava na temperagem e “apelava” para o fracionado. Mas não tem como comparar com o sabor do nobre, é covardia, rs.

E vocês preferem qual? Contem suas experiências e preferências com chocolate !

Mundo Cake Designers
Post Anterior
Próximo Post

Veja também